24 de ago de 2010

Mulher... ó, mulheres!

24 de ago de 2010
Por Jefferson Silva em
Existe uma diferença muito grande entre um homem magoado e uma mulher magoada. O homem pode ficar triste ou com raiva. Se fica triste chora como uma garotinha apavorada, se está com raiva arremessa tudo na parede, começando pelo celular e seguindo pelos objetos que estiverem por perto.

No caso de tristeza a mulher também chora, mas com uma carga dramática de querer desaparecer do mundo, se encolher na mágoa até desaparecer, mas a segunda opção é o que interessa agora: a raiva. Uma mulher com raiva de um homem perde todos os limites e conceitos que foram ensinados na sua infância.

Se a raiva é por traição, o mínimo que elas desejam é ver o cara bebendo água na sarjeta. Ferrar com A VIDA do traidor é o novo objetivo de existência da mulher no mundo. Dizer para todas as mulheres do escritório do cara que ele tem o pinto pequeno, é ruim de cama e peida embaixo da coberta enquanto dorme é só o começo do processo. O objetivo final? A sarjeta e o pedido de perdão. Só.

Agora se a raiva é porque ela simplesmente te acha um idiota, fique tranqüilo. Ela vai armar um MEGA barraco mas você só tem que fingir que não é contigo.

Mais ou menos assim:


"...dio santo"

Texto e vídeo retirados do site Jacaré Banguela